Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > ZOOLÓGICO > zoologico > Histórico do Zoológico
Início do conteúdo da página

Histórico do Zoológico

Acessos: 5486

Zoológico do Centro de Instrução de Guerra na Selva – ZOO CIGS, foi idealizado e construído no comando do então Tenente Coronel Jorge Teixeira, personagem ilustre do Exército Brasileiro e da sociedade Amazonense. Ao longo de mais de 49 anos de experiência, o ZOO CIGS, através do trabalho e dedicação dos seus integrantes, conquistou espaço dentro do contexto conservacionista brasileiro, destacando-se com êxito na conservação de espécies amazônicas, educação ambiental e pesquisa científica.

O Zoológico do CIGS é um local destinado à manutenção de coleções de animais com as finalidades de exibição, conservação, reprodução e educação ambiental, voltada para a rica fauna e flora presente na região. Para isso, mantém projetos educativos, científicos e culturais, contribuindo para a conservação da fauna e da flora, e para a formação do cidadão. Sua área de visitação constitui espaço ideal para lazer e conhecimento. A Educação Ambiental é realizada diariamente, são mais de 140.000 visitante/ano e metade desses visitantes são alunos da rede pública de ensino, crianças, adolescentes e jovens que estão firmando suas convicções referentes à conservação e preservação ambiental.

O ZOO CIGS também é composto pela Sala Entomológica, o Aquário Amazônico, Memorial Jorge Teixeira e a Oca do Conhecimento Ambiental, que foi inaugurado em 2014 e é administrado pela Divisão de Veterinária do CIGS (Departamento de Educação Ambiental), setor responsável também pelas propostas educativas do ZOO CIGS, por meio da Educação Socioambiental (OCA), sua missão é “contribuir para a conservação da natureza realizando ações de educação, pesquisa e lazer, que sensibilizem as pessoas para o respeito à vida”.

Inaugurado em março de 1967, ocupando uma área de 6.000 m², coberta em sua maior parte de vegetação amazônica, o ZOO CIGS aloja 469 animais, sendo 52 mamíferos, 33 aves, 107 répteis e 265 peixes, totalizando uma riqueza de 68 espécies.

O ZOO CIGS por estar inserido dentro de um fragmento de Floresta Amazônica recebe a visita de animais de vida livre, que às vezes podem ser avistados durante uma visita (preguiças, garças, pica-pau, entre outros).

O ZOO CIGS prioriza a educação ambiental, pesquisa e conservação, apresentando animais exclusivamente da fauna amazônica. Todos os animais são oriundos de órgãos ambientais, criadouros autorizados, outros zoológicos e apreensões do tráfico. O ZOO CIGS é administrado pela Divisão de Veterinária do CIGS dispõe de sete setores: (1) clínica, (2) centro cirúrgico, (3) farmácia, (4) raio x , (5) patologia, (6) nutrição, (7) depósito entre outros, conta ainda com uma equipe especializada de veterinários, bióloga, educadores ambientais, técnicos em meio ambiente e tratadores. Além disso, a área do ZOO se encontra dentro de uma área militar, oferecendo total segurança.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página